Como Proteger Sua Herança Digital Após o Falecimento: Orientações Práticas

Fale com um advogado especialista


A era digital trouxe consigo uma nova categoria de bens: os ativos digitais. Estes incluem desde contas de redes sociais e e-mails até criptomoedas e conteúdos digitais exclusivos. No entanto, a inclusão desses ativos em planejamentos sucessórios ainda é um território relativamente novo e desafiador tanto para indivíduos quanto para profissionais do direito.

Tradicionalmente, o planejamento sucessório abrange apenas bens físicos e financeiros. No entanto, com a crescente importância dos ativos digitais, ignorá-los pode levar a complicações significativas, como perda de ativos valiosos e dificuldades para os herdeiros no acesso e na gestão desses ativos.

Para evitar esses problemas, é crucial adaptar o planejamento sucessório para incluir ativos digitais. Isso pode ser feito por meio de:

  1. Identificação clara de ativos digitais: Liste todos os ativos digitais, incluindo contas online, conteúdos digitais e criptomoedas.
  2. Instruções específicas para cada ativo: Forneça orientações claras sobre como cada ativo deve ser gerenciado ou distribuído após a sua morte.
  3. Uso de testamentos e codicilos: Atualize seu testamento para incluir disposições sobre ativos digitais e considere o uso de codicilos para instruções específicas.
  4. Consideração de aspectos legais e de privacidade: Fique atento às leis de privacidade e aos termos de serviço das plataformas digitais ao planejar a sucessão desses bens.

Perguntas Frequentes:

  1. É legal incluir ativos digitais em um testamento?
    • Sim, é legal e recomendável incluir ativos digitais em testamentos, mas é importante considerar as leis de privacidade e os termos de serviço das plataformas envolvidas.
  2. Como posso garantir que meus herdeiros acessem meus ativos digitais?
    • Forneça instruções claras e, se possível, compartilhe informações de acesso (senhas, códigos de recuperação) com uma pessoa de confiança.
  3. O que acontece com as contas online após a morte?
    • Depende dos termos de serviço de cada plataforma. Algumas permitem a transferência para herdeiros, enquanto outras podem encerrar a conta após a morte do usuário.
  4. Os herdeiros podem ser impedidos de acessar ativos digitais?
    • Sim, se os termos de serviço da plataforma proíbem a transferência de contas ou se as informações de acesso não forem compartilhadas.
  5. Criptomoedas podem ser incluídas em um planejamento sucessório?
    • Sim, criptomoedas são ativos valiosos e devem ser incluídas no planejamento sucessório com instruções específicas para sua transferência.

Incluir ativos digitais em seu planejamento sucessório é essencial para garantir a transferência segura e eficiente desses bens. Para obter ajuda profissional e personalizada nesse processo, entre em contato com a Janeri Angeloni Assessoria Contenciosa e Consultiva. Nossa equipe de especialistas está pronta para analisar seu caso e oferecer as melhores soluções para suas necessidades específicas.

Preencha o formulário abaixo e receba nosso contato personalizado: