Ex Não Pagou a Pensão? Aprenda a Agir Rápido e Recuperar o Devido

Fale com um advogado especialista

A pensão alimentícia é um direito garantido legalmente, mas, infelizmente, há casos em que o responsável não cumpre com essa obrigação. Quando isso acontece, é essencial entender como proceder para garantir os direitos do beneficiário.

Problema: Inadimplência na Pensão Alimentícia

A inadimplência na pensão alimentícia é um problema comum. Muitas vezes, após a separação, o responsável pela pensão pode falhar ou se recusar a realizar os pagamentos acordados. Isso deixa o beneficiário, muitas vezes os filhos ou o ex-cônjuge, em uma situação financeira vulnerável.

Soluções Convencionais e Seus Problemas

As soluções convencionais incluem tentativas de acordo amigável ou solicitações informais. No entanto, essas abordagens muitas vezes não são eficazes, pois dependem da boa vontade da outra parte. Sem uma ação legal firme, a inadimplência pode continuar, prejudicando quem depende desses recursos.

Consequências da Inação

Sem a pensão devida, o beneficiário pode enfrentar dificuldades financeiras significativas. No caso de crianças, isso pode afetar até mesmo seu desenvolvimento e bem-estar. Portanto, é crucial tomar medidas efetivas para garantir a execução da pensão.

Novas Soluções: Ação de Execução de Pensão Alimentícia

Quando as abordagens convencionais falham, a solução mais eficaz é iniciar uma ação de execução de pensão alimentícia. Essa ação judicial força o pagamento da pensão, podendo até levar à prisão do devedor em caso de não cumprimento.

Seção FAQ

  1. Como posso iniciar uma ação de execução de pensão?
    • Contrate um advogado especializado em direito de família para ajuizar a ação.
  2. O que acontece se o responsável pela pensão não pagar?
    • Ele pode ser submetido a sanções judiciais, incluindo a prisão.
  3. Posso pedir a execução da pensão se o acordo não foi formalizado em juízo?
    • Sim, é possível ajuizar a ação com base no acordo informal, mas é mais complicado.
  4. E se o devedor mudar de endereço ou emprego?
    • O advogado pode solicitar ao juiz medidas para rastrear os recursos financeiros do devedor.
  5. O que fazer se o devedor se recusar a pagar mesmo após a ação de execução?
    • A justiça pode adotar medidas como penhora de bens ou desconto direto em folha de pagamento.

Caso real

Maria, moradora de Fortaleza, enfrentava a inadimplência do ex-marido na pensão dos filhos. Após meses sem receber, ela buscou a Janeri Angeloni Assessoria Contenciosa e Consultiva. Com a ajuda profissional, iniciou uma ação de execução de pensão, que resultou no pagamento atrasado e na regularização dos futuros pagamentos, permitindo que os filhos menores se beneficiassem desse dinheiro.

Conclusão

Se você está enfrentando problemas com a inadimplência de pensão alimentícia, não hesite em buscar ajuda profissional. A Janeri Angeloni Assessoria Contenciosa e Consultiva está pronta para avaliar seu caso e buscar a melhor solução, garantindo seus direitos e o bem-estar dos beneficiários da pensão.

Preencha o formulário abaixo e receba nosso contato personalizado: